O coração humano projeta o caminho, mas é o SENHOR quem dirige os passos. Provérbios 16-9
.



quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Desabafo...


Eu acho que algumas pessoas pensam que só porque passamos por uma "tragédia" na vida, alguns sentimentos deixam de existir em nós, que devemos aceitar e compreender "tudo" o que de mal nos fazem. Mas comigo não é assim!

Com certeza  muita coisa aqui dentro mudou, melhorei em muitos sentidos, mas não vou achar lindo e ser compreensiva quando descubro alguma falsidade e fingir que está tudo bem, sinto muito!

Eu só tenho essa vida, então, tenho que vive-la da melhor forma possível, nela planto e faço a colheita. Vejo a "VIDA" com outros olhos, mas continuo vendo "algumas PESSOAS" com o mesmo olhar de antes... sou exigente sim, porque gosto de gente honesta, verdadeira e de conteúdo perto de mim, não tenho saco pra gente metida, arrogante e oca por dentro...

Sempre que erro procuro me desculpar, reconheço que sou explosiva, mas sou sincera nas minhas atitudes e gostaria que também fossem comigo.

Me aproximo de quem tenho afinidades, porque não sou obrigada a gostar de todo mundo, sou obrigada sim em ser educada!! Não sou falsa com meus sentimentos e aprendi a dizer não quando quero dizer NÃO.

Por isso quando sou magoada "eu" tenho todo DIREITO de me afastar pelo tempo que "eu" achar necessário, quando descubro uma mentira tenho todo DIREITO de querer ou não continuar confiando na pessoa e isso não tem nada a ver com o que de ruim passamos na vida.

Por que isso são consequências do convívio com os "humanos" e não com os desafios que a vida nos coloca!

"Não jogue espinhos na estrada... na volta você pode estar descalço."

terça-feira, 30 de agosto de 2011

AMIGOS FIEIS....

Sempre gostei de animais, em especial de cachorros, mas quando eu era criança meu pai não deixava ter, no máximo que conseguíamos naquela época era lebrinhas (coelho), mas não era a mesma coisa, elas não latiam...

Nos casamos em Outubro/96, e em Dezembro do mesmo ano, tratei logo de ter o meu tão sonhado cãozinho, era uma vira lata fêmea chamada Brenda que conosco viveu por 13 anos, logo depois veio a Kiara, uma labradora preta linda. O amor que a Kiara sentia por mim era algo inexplicável  a onde eu estava, lá estava ela, sempre bem pertinho de mim, até pra passear na rua se não fosse comigo ela relutava pra sair de casa. Viveu 7 anos, e por coincidência morreu no mesmo dia que nasceu, passou por uma cirurgia de retirada de útero em Agosto/2010, teve algumas complicações no fígado e após 10 dias partiu.

Chorei muito naquela época, e muitas vezes por "remorso", porque acho que dediquei pouco amor a ela, muito pouco pela lealdade que ela tinha comigo. O stress do dia a dia nos torna pessoas robôs, cheios de horários, obrigações e regras a cumprir.

No final de Outubro Brenda também foi embora, chorei mais um bocado, eu questionava a DEUS porque me tirar as duas assim tão pertinho, mas lá na frente eu entendi porque em Novembro/2010 descobrimos o câncer do Ricardo e certamente eu não daria conta de cuidar delas, da bagunça e sujeira que elas naturalmente fazem... cuidar do Ricardo passou a ser a minha prioridade naquele momento, sem ainda me esquecer do nosso filho.

Deus sabe das coisas, Ele me ajudou a carregar o fardo levando elas pra um lugar melhor...

Mas hoje temos a Nina uma Fox Paulistinha que completa 5 meses, a peralta da casa, nossa alegria.

Certamente a lição que aprendemos com a partida da Kiara e da Brenda nos tornou melhores para essa filha de 4 patas. A Nina tem sido importante na recuperação do Ricardo, pois acreditem ele nunca gostou muito de cachorro mas desenvolveu com ela um amor surpreendente.

No inicio, quando ele tinha o mal estar das quimioterapias,  ela ficava do ladinho dele no sofá, sem fazer uma bagunça, coisa meio impossível para filhotes ainda mais pra essa raça que é hiper ativa, mas ela ficava como que tomando conta dele, fazendo companhia na minha ausência...

A Nina faz um bem danado pro Ricardinho que assim como eu ama cães e a chama de irmãzinha.
A Nina faz um bem danado pra mim, ela me espera todos os dias no portão, me lambe todinha e balança aquele toquinho de rabo pra demonstrar como esta feliz com a minha chegada.

Existe um PORQUE e um PARA QUE, um lado bom e um não tão bom assim... devemos estar atentos aos sinais e tirar proveito de cada coisa que nos acontece...


BRENDA

KIARA
NINA

Filme: Cartas para Deus



Sinopse do Filme Cartas para Deus

Cartas para Deus conta a história de um menino com câncer que se corresponde regularmente com Deus através de orações em forma de cartas. Inicialmente sem saber o que fazer com as cartas, o carteiro encarregado de entregar as cartas do menino doente decide fazer uma série de escolhas que vão mudar sua vida e ajudar o garoto a mudar a vida daqueles ao seu redor.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Logo depois que o Ricardo descobriu que estava com câncer percebemos que sua voz começou a afinar, segundo a médica é porque o tumor estava comprimindo as cordas vocais.

Brincávamos com ele dizendo: "Fala que nem homem rapaz"!

Uma amiga nossa até o apelidou de "vozinha". Com o inicio das quimioterapias e a redução do tumor ele voltou a falar NORMALMENTE, não é o máximo?

Agora preciso voltar a me acostumar com aquele vozeirãooooooo que há meses não ouvia....bom demais!!!

Louvado seja Deus por mais essa vitória!!!




domingo, 28 de agosto de 2011

ANIVERSÁRIO DO RICARDO!!!



Ricardo merecia e precisava receber a festa surpresa que a tia Célia e a prima Vanessa organizaram com tanto carinho.

Tudo organizado sem que ele desconfiasse de nada.

Na casa da tia Célia, estavam todos os parentes e muitos amigos, gente que chorou e torceu por nós.

Uma noite perfeita!!

Minha irmã Sabrina fez um vídeo em homenagem ao Ricardo, e o Ricardinho pode colocar pra fora todo o choro que vinha guardando até então, lavamos a alma!

Obrigada meu Deus por mais essa vitória!!

Ao meu amor eu desejo toda felicidade do mundo, que esse seja o primeiro de muitos outros aniversários que certamente iremos comemorar!!!

Te amo pra toda a vida!






sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Achando o lado bom das coisas ruins...


Nem sempre consigo expressar o que sinto ou o que gostaria de dizer, as vezes faltam palavras, outras vezes alguém que possa me ouvir "sem pressa"...

Depois que passamos pela fase do susto, e pelo processo de aceitação do "câncer", começamos a enxergar as coisas de uma forma diferente, e esquecendo por alguns minutos todo sofrimento, medo, angustia, dúvida, desespero e incertezas que essa doença traz com ela, e procurando ver o lado rosa das coisas, tento aproveitar ao máximo as coisas boas que fazem parte desse "pacotão", afinal acho impossível passar por uma experiência de "vida e morte ou morte e vida" e não aprender nada...

O que mudou e o que aprendi:

  • Minha cabeça tem o poder de comandar todo meu corpo, por isso quanto mais coisas boas eu pensar, mas força dou a elas de acontecerem;
  • Fomos restaurados, passamos a ter uma outra visão sobre a vida, sobre nós, sobre as pessoas e principalmente sobre Deus...
  • Hoje sei distinguir os "amigos" dos conhecidos;
  • Aprendi a aproveitar ao máximo meus momentos de felicidade;
  • Agradeço a DEUS a todo momento, pela vida, e por tudo de maravilhoso que acontece a cada segundo que antes passava despercebido;
  • Nunca mais reclamei se faz sol ou chove, porque estou viva pra sentir calor e frio e isso é o que realmente importa;
  • Tenho a melhor família do mundo, um filho abençoado e irmãs que abraçaram a causa e fizeram a diferença;
  • Um marido guerreiro, um amor pra vida toda...
  • Acredito no impossível!
  • Oração, meditação, FÉ, esperança, bom humor, devem andar lado a lado com quem quer qualidade de vida!

Certamente se tivesse comigo o controle para mudar algumas coisas, pular algumas etapas desejaria não ter conhecido o câncer, mas isso não foi possível, lamentar não me traz a cura e apenas aumenta nosso sofrimento, então só cabe a mim tirar proveito de tudo isso, continuar acreditando no impossível e no SOL maravilhoso que nos espera a cada amanhecer...


Fique em Paz... e permaneçam sempre firmes na FÉ!!

A mais bela flor



Conta-se que, por volta do ano 250 A.C, na antiga China, um príncipe da região norte do país estava prestes a ser coroado imperador mas, de acordo com a lei, deveria casar-se primeiro.
Sabendo isso, ele resolveu lançar um "desafio" às raparigas da corte ou a quem quer que se achasse digna de sua proposta.
No dia seguinte, o príncipe anunciou que receberia todas as pretendentes numa recepção especial, na qual revelaria os pormenores do desafio. Uma senhora idosa, serva no palácio há muitos anos, ouvindo os comentários sobre os preparativos, sentiu uma leve tristeza, pois sabia que sua jovem filha nutria um sentimento de profundo amor pelo príncipe.
Ao chegar a casa e contar o facto à jovem, espantou-se ao saber que ela pretendia ir à recepção, e indagou incrédula: «Minha filha, o que vais lá fazer? Estarão presentes as mais belas e ricas raparigas da corte. Tira essa ideia da cabeça. Eu sei que tu deves estar a sofrer, mas não transformes o sofrimento em loucura.»
E a filha respondeu: «Não, querida mãe, eu não estou sofrendo e muito menos louca, eu sei que jamais poderei ser a escolhida, mas é a minha oportunidade de ficar alguns momentos perto do príncipe, e isso já me torna feliz.»
À noite, a jovem chegou ao palácio. Lá estavam, de facto, as mais belas raparigas, com as mais belas roupas, com as mais belas jóias e com as mais determinadas intenções. Então, o príncipe anunciou o desafio: «Darei, a cada uma de vocês, uma semente. Aquela que, dentro de seis meses, me trouxer a mais bela flor, será a escolhida para minha esposa e futura imperatriz da China.»
A proposta do príncipe não fugiu às profundas tradições daquele povo, que valorizava muito o principio de "cultivar" algo, como costumes, amizades, relacionamentos, etc...
O tempo passou e a doce jovem, sem experiência na arte da jardinagem, cuidava com muita paciência e ternura da sua semente, acreditando que, se a beleza da flor fosse proporcional ao seu amor, ela não precisaria de se preocupar com o resultado.
Passaram-se três meses e nada surgiu. A jovem tentara tudo, usara todos os métodos que conhecia, mas nada nascera. Dia após dia, ela via cada vez mais longe o seu sonho, mas cada vez mais profundo o seu amor. Por fim, passado os seis meses, nada rebentou. Consciente do seu esforço e dedicação, a moça comunicou à mãe que, independentemente das circunstâncias, voltaria ao palácio, na data e hora combinadas, pois não pretendia nada além de mais alguns momentos na companhia do príncipe.
À hora marcada lá estava, com o vaso vazio, junto às outras pretendentes, cada uma com uma flor, qual delas a mais bela. Admirada, não parava de olhar a beleza, as formas e as cores das flores das suas companheiras.
O príncipe chegou e observou cada uma das pretendentes com muito cuidado e atenção. Após passar por todas, uma a uma, ele anuncia o resultado e indica que a jovem do vaso vazio é a sua futura esposa. Os presentes ficam surpresos e incrédulos. Ninguém compreendia a escolha do príncipe: precisamente aquela que nenhuma flor apresentara.
Então, calmamente, o príncipe esclareceu:
«Esta foi a única que cultivou a flor que a tornou digna de se tornar uma imperatriz. A flor da honestidade, pois todas as sementes que entreguei eram estéreis.»
(Autor desconhecido)

** A mentira destrói grandes amizades e grandes relacionamentos, infelizmente no meu caminho várias pessoas se perderam por ter optado em ficar com ela...**

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

A VERDADE E A PARÁBOLA (Conto Judaico)

Um dia, a Verdade decidiu visitar os homens, sem roupas e sem adornos, tão nua como seu próprio nome.

E todos que a viam lhe viravam as costas de vergonha ou de medo, e ninguém lhe dava as boas-vindas.


Assim, a Verdade percorria os confins da Terra, criticada, rejeitada e desprezada.


Uma tarde, muito desconsolada e triste, encontrou a Parábola, que passeava alegremente, trajando um belo vestido e muito elegante. 

     — Verdade, por que você está tão abatida? — perguntou a Parábola.

     — Porque devo ser muito feia e antipática, já que os homens me evitam tanto! — respondeu a amargurada Verdade.


     — Que disparate! — Sorriu a Parábola. — Não é por isso que os homens evitam você. Tome. Vista algumas das minhas roupas e veja o que acontece. 
     

Então, a Verdade pôs algumas das lindas vestes da Parábola, e, de repente, por toda parte onde passava era bem-vinda e festejada.

*


     Os seres humanos não gostam de encarar a Verdade sem adornos.
 Eles preferem-na disfarçada.
Havia um Rei que ofereceu um grande prêmio ao artista que fosse capaz de captar em uma pintura a Paz Profunda.

Muitos artistas apresentaram suas telas.

O Rei observou e admirou todas as pinturas, mas houve apenas duas de que ele realmente gostou e teve de escolher entre ambas.

A primeira era um lago muito tranquilo. 
Este lago era um espelho perfeito onde se refletiam plácidas montanhas que o rodeavam. Sobre elas encontrava-se um Paraíso muito azul com ténues nuvens brancas.
Todos os que olharam para esta pintura pensaram que ela refletia a Paz Profunda.

A segunda pintura também tinha montanhas.
Mas estas eram escabrosas e estavam despidas de vegetação. Sobre elas havia um Paraíso tempestuoso do qual se precipitava um forte aguaceiro com relâmpagos e trovões. Montanha abaixo parecia retumbar uma espumosa torrente de água. Tudo isto se revelava nada pacífico.

Mas, quando o Rei observou mais atentamente, reparou que atrás da cascata havia um arbusto crescendo de uma fenda na rocha. 
Neste arbusto encontrava-se um ninho. Ali, em meio ao ruído da violenta turbulência da água, estava um passarinho placidamente sentado no seu ninho... Em Profunda Paz!

O Rei escolheu a segunda tela e explicou:

PAZ PROFUNDA não significa estar em um lugar sem ruídos, sem problemas, sem trabalho árduo para realizar ou livre das dores e das tentações da encarnação. PAZ PROFUNDA significa que, apesar de se estar em meio a tudo isso, permanecemos calmos e confiantes no SANTUÁRIO SAGRADO do NOSSO CORAÇÃO. Lá encontraremos a Verdadeira PAZ PROFUNDA. Em SILENCIOSA MEDITAÇÃO.


Fonte: Internet

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

O que não te destrói, te fortalece!!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

OS sapinhos


Era uma vez um grupo de sapinhos que organizaram uma competição.
O objetivo era alcançar o topo de uma torre muito alta.

 Uma multidão se juntou em volta da torre para ver a corrida e animar os competidores...

A corrida começou...

 Sinceramente:
Ninguém naquela multidão toda realmente acreditava que sapinhos tão
 pequenos pudessem chegar ao topo da torre.

Eles diziam coisas como:
"Oh, é difícil DEMAIS!!
Eles NUNCA vão chegar ao topo."

ou:

"Eles não tem nenhuma chance de sucederem. A torre é muito alta!"

Os sapinhos começaram a cair. Um por um...
... Só alguns poucos continuaram a subir mais e mais alto...

A multidão continuava a gritar:
"É muito difícil!!! Ninguém vai conseguir!"

Outros sapinhos se cansaram e desistiram...

...Mas UM continuou a subir, e a subir...
Este não desistia! 

No final, todos os sapinhos tinham desistido de subir a torre.
 Com exceção do sapinho que, depois de um grande esforço, foi o único a atingir o topo!

Naturalmente, todos os outros sapinhos queriam saber como ele conseguiu?

Um dos sapinhos perguntou ao campeão como ele conseguiu forças para atingir o objetivo?

E o resultado foi…

Que o sapinho campeão era SURDO!!!!

A moral da estória é:

Nunca dê ouvidos a pessoas com tendências negativas ou pessimistas...
porque eles tiram de você seus sonhos e desejos mais maravilhosos. 
Aqueles que você tem no coração!
 Sempre se lembre do poder das palavras.
Porque tudo o que você ouvir e ler irá afetar suas ações!

 Portanto:
  Seja SEMPRE…POSITIVO!

E acima de tudo:

Seja SURDO quando as pessoas dizem que VOCÊ não pode realizar SEUS sonhos!

Sempre pense:
Eu POSSO fazer isso! Eu vou conseguir isso!!!
Tudo posso NAQUELE que me fortalece!!!



Fonte: Internet

ONCOPLÀTICA tem papel importante na restituição da autoestima

Câncer de mama

A cirurgia plástica de reconstrução da mama caminha para ser INCORPORADA AO PROTOCOLO de tratamento global do câncer, assim como a quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia.
O diagnóstico do câncer de mama causa grande fragilidade emocional, pois seu tratamento cirúrgico, que seja para remoção de tumores iniciais como ocorre na cirurgia conservadora da mama ou para tumores maiores, como nas situações de mastectomias (retirada da mama), provoca alterações físicas visíveis que afetam fortemente a auto estima feminina.
De acordo com a avaliação do médico Alexandre Mendonça Munhoz, especialista em cirurgia plástica de mama e membro especialista e titular da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), a cirurgia plástica de reconstrução da mama apresenta atualmente importante papel no contexto do tratamento global da patologia no que tange ao bem- estar e à qualidade de vida emocional e social dessas pacientes.
Um estudo publicado pela Universidade de Michigan, nos EUA, em 2008 avaliou o impacto do resultado estético após o câncer de mama na qualidade de vida de pacientes. Em uma análise que envolveu 12 centros nos EUA e mais de 23 equipes de cirurgia plástica diferentes, foram avaliados aspectos relacionados à satisfação corporal, depressão, medo de recorrência e alteração na percepção da saúde.
"Por meio da utilização de escalas, os pesquisadores observaram que pacientes com assimetria mamaria após o tratamento do câncer apresentaram piores índices de contentamento e maior incidência de depressão do que as pacientes com mamas simétricas e submetidas a técnicas de reconstrução. Desta forma, nos tempos atuais, mastologia e cirurgia plástica devem caminhar juntas, uma vez que os benefícios da oncoplastica à imagem corporal, com ausência de mutilação, têm impacto positivo na qualidade de vida e na reabilitação psicossocial após o tratamento da doença, afirma Munhoz.

Fonte: Suplemento do Jornal de Piracicaba - Bem Viver

domingo, 21 de agosto de 2011

Pensando em voz alta...

Passar pela experiência de ter um câncer é coisa pra gigante.
Falo pro Ricardo que embora a doença e os terríveis sintomas da quimioterapia estejam  nele, em casa, "por tabela" todos nós adoecemos juntos, simplesmente pelo fato de que o amamos de verdade, e não somos indiferentes a tudo o que ele esta passando.

Então eu como esposa acompanho passo a passo tudo o que ele sente e sofre, e nosso filho, que acompanhou a fase mais difícil do tratamento (pois estava de ferias escolar), hoje se alegra com tanta melhora.

Não foi fácil receber o diagnóstico e escutar da médica que seus dias estavam "contados" que o tratamento seria iniciado mas que as chances de cura eram inexistentes...

Não foi fácil ver meu marido que trabalhou a vida inteira no auge dos seus 40 anos, a onde tudo estava finalmente dando certo,  nossos sonhos estavam se realizando, ter que enfrentar uma fila de INSS para dar entrada no "auxilio doença" ...

Não foi fácil ver o desespero e o medo que ele enfrentou até que o tratamento começasse,  e muito menos ver o sofrimento dele depois da primeira quimioterapia. Me lembro que brinquei com a médica quando ele foi fazer a 1/2 sessão depois de uma semana da primeira, dizendo que:  "A primeira quimioterapia a gente nunca esquece", porque os sintomas é algo inexplicável...

Não é fácil ver sua reação, quando estou fazendo planos e ele muitas vezes meio deprimido, me diz que não sabe do dia do amanhã...

A sensação que tenho é que estamos com uma arma apontada na cabeça e que vai disparar a qualquer momento. Então o que tento fazer é transformar todo seu sofrimento, medos e dúvidas em esperança, e mostrar a ele quanta vitória já conseguimos e quantas ainda mais DEUS nos reserva,

Essa semana fomos a missa. Na entrada estava uma senhora com uma cestinha na mão com mensagens bíblicas, o Ricardo pegou essa:

EIS MEU SERVO QUE EU AMPARO, MEU ELEITO AO QUAL DOU MINHA AFEIÇÃO (Is.42,1)

É por tudo isso e por muito mais que tenho certeza que iremos vencer, que DEUS nos reserva muitos e muitos anos de vida e que vamos voltar a sonhar e principalmente a realizar tudo o que ainda nos espera. Entregamos nossas vidas ao Senhor e Ele jamais deixa de atender um pedido de seu filho...

Hoje sem dúvida o que nos mantém firmes é a FÉ e a esperança no DEUS que servimos.

sábado, 20 de agosto de 2011

Uma maneira saudável de VIVER o câncer

Raramente nos perguntamos o que podemos tirar de bom da experiência de se ter um câncer. Quando recebemos o diagnóstico da doença, experimentamos uma série de sensações: angustia, desespero, tristeza, stress e até mesmo revolta - porque isso foi acontecer justo comigo? E agora? Somos tomados por um sentimento  de perda que na verdade não sabemos onde começa e quando vai terminar. Nesses momentos, esquecemos que somos seres humanos cheios de habilidades, e que, dentro de nós existe uma capacidade natural de "aprender a evoluir". Para a psicóloga Mariana Lima, da Oncomed BH, esse possível inimigo, o câncer, traz consigo um potencial de ampliar essa nossa capacidade,e pode, assim, transformar essa vivência em uma oportunidade e não somente em uma fatalidade.

"Se pensarmos bem, a doença é um dos poucos meios socialmente aceitos de nos reservarmos em um período de retiro e reflexão, embora muitas vezes esse afastamento não seja desejado e algumas pessoas nem o aproveite, outras podem descobrir espontâneamente, livres da pressão de seus papéis habituais e "obrigações", a forma mais clara como estão levando suas vidas. Descobrimos assim, dentro de nós mesmos, uma fonte de auto conhecimento daquilo que precisamos para completar e dar significado às nossas vidas", diz Mariana.

Essa interrupção dos nossos padrões e hábitos nos dá oportunidade de rever valores, prioridades, maneiras de ser que aceitamos sem discussão, além de despertar a necessidade de compreender mais profundamente quais são essas prioridades e o que é importante para que elas aconteçam.

"A capacidade de aprender com a experiência e compaixão através do sofrimento é quase universal. As transformações positivas provocadas por experiências estressantes talvez sejam um aspecto mais singular da consciência humana e sugerem uma visão mais ampla da saúde. Portanto, pessoas que adquirem um câncer podem descobrir e se surpreender com o fato de que estão fortalecidas na sua capacidade de enfrentar crises, mobilizar recursos e viver com o desafio da doença".

Porém, é comum vermos que muitos pacientes não têm consciência do seu próprio potencial para desenvolver sua força em períodos de tensão, na verdade, nem colocam em prática esse potencial e não percebem que a eliminação de sinais e sintomas é apenas parte da solução.

Então, é preciso parar e pensar:

"Vale mais a pena jogar essa experiência para debaixo do tapete e viver uma síndrome de avestruz, que esconde a cabeça para não ver o que está acontecendo, ou usufruir de todo arsenal de experiências e aprendizados que este momento pode nos oferecer e nos dar a oportunidade de, a partir de então, abrir as portas para uma vida MAIS VIVA?
Semear é facultativo, mas a colheita é obrigatória."



Fonte: Suplemento do Jornal de Piracicaba - Bem Viver

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Entre uma sessão e outra....

Hoje o Ricardo fez mais uma quimioterapia, e enquanto aguardávamos a consulta, papo vai - papo vem, lembramos de como foi difícil o inicio...

Acho que na terceira sessão ele precisou ir amparado, estava muito debilitado, não se alimentava direito, o pouco que entrava saia rapidinho.... pensei em pegar a cadeira de rodas, mas ele preferiu meus braços...
Teve dias que pensou em desistir de tudo, outros ainda em que ele pediu pra morrer logo, e hoje após 8 meses de tratamento tudo está tão diferente, tão bom que só tenho a agradecer por toda força de vontade que ele teve em VIVER (acima de tudo e de qualquer mal estar).




Sempre firmes na FÉ!!!




Ricardo, você me orgulha toda vez que vejo em você a vontade de vencer e viver, toda vez que dentro de você essa vontade falou mais alto que qualquer pensamento ruim sobre desistir de tudo...

Estamos e continuaremos sempre juntos!!!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

KARMA – DICAS DO DALAI LAMA – INSTRUÇÕES PARA TODA A VIDA


1. Leve em consideração que grandes amores e conquistas envolvem grandes risco.


2. Quando você perde, não perca a lição.


3. Siga os três R’ s:
* Respeito a si mesmo
* Respeito aos outros
* Responsabilidade por todas suas ações


4. Lembre-se que não conseguir o que você quer é algumas vezes um grande lance de sorte


5. Aprenda as regras de maneira a saber quebrá-las da maneira mais simples


6. Não deixe uma disputa por questões menores ferir um grande amigo.


7. Quando você perceber que cometeu um erro, tome providências imediatas para corrigi-lo.


8. Passe algum tempo sozinho todos os dias.


9. Abra seus braços para mudanças, sem abrir mão de seus valores.


10. Lembre-se que o silêncio é algumas vezes a melhor resposta.


11. Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e pensar no passado, poderá obter prazer uma segunda vez.


12. Uma atmosfera de amor em sua casa é o fundamento para sua vida.


13. Em discordâncias com entes queridos, trate apenas da situação corrente. Não levante questões passadas.


14. Compartilhe o seu conhecimento. Esta é uma maneira de alcançar a imortalidade.


15. Seja gentil com a terra.


16. Uma vez por ano, vá a algum lugar que você nunca esteve antes.


17. Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele em que o amor mútuo excede o amor que cada um precisa do outro.


18. Julgue o seu sucesso por aquilo que você teve que abrir mão para consegui-lo.
(Fonte: Internet)
Sempre firmes na fé!!!

Os pernilongos são todos meus...

Em terra de pernilongo, quem tem telinha na janela é rei!!!


Nem começou o verão, mas minha casa tá lotada de "pernilongos", acho que na rua tá muito frio e eles acham aqui dentro é um albergue....

O difícil é que na semana de quimio o Ricardo fica tão tenso que é 10 vezes pior que eu em crise de TPM...conclusão:

 Os pernilongos vão todos pro meu lado, logo vão achar que estou com sarampo....

Amanhã é menos 1 sessão....muito perto do fim e mais perto da vitória!!!

Agora xô marditinho que canta ardido no meu ouvido EU preciso dormir!!!

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Uma pequena grande mulher!!!

Qian HongYan perdeu as pernas num acidente. Sua família na China é pobre e não têm os meios para comprar as pernas prostéticas, então ela usa uma bola de basquete e dois apoios de madeira para movimentar-se.

Ela nunca se queixa, ela vai as aulas e está sempre animada e com um sorriso no rosto, e muito positiva.


 
Agora com a ajuda de muitos ela poderá andar.

Qual é a sua limitação?
"Eu gostaria de lhe agradecer pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou. Pela sua capacidade de me olhar devagar, já que nessa vida muita gente já me olhou depressa demais."
Padre Fábio de Melo

domingo, 14 de agosto de 2011

Hoje é o primeiro Dia dos Pais que passamos desde que a luta começou. Lembro que passamos o Natal em casa sozinhos porque o Ricardo ainda estava com os fortes, terríveis e desconhecidos sintomas da primeira quimioterapia e pra ajudar estava com a auto estima lá em baixo, não queria ir pra lugar nenhum.

O Ano Novo passamos no hospital tomando soro pra hidratar já que não conseguia se alimentar direito. Então, a partir daí, todas as datas comemorativas é algo novo, como se fosse a primeira (de muitas e muitas que virão pela frente). Todo dia é dia de comemorar, afinal é mais um dia vencido!

Ontem a noite foi uma emoção só, nosso filho se trancou no quarto e escreveu uma linda carta que entregou chorando ao pai relatando o medo que ele teve em perder o seu herói.

As emoções boas e ruins que a doença traz com ela ficam marcadas pra sempre na vida de quem a vivência, viram cicatrizes... peço ao PAI que nos ajude a lidar com isso e que nenhum trauma venha afetar o crescimento e a vida do nosso filho.

Eu agradeço a Deus por esse dia e por toda a emoção que estamos vivendo, por estarmos
 JUNTOS, UNIDOS e VIVOS!!!

Que Deus abençoe a todo mundo e principalmente a todos os pais que assim como nós luta todos os dias pra mudar a sua historia....

FELIZ DIAS DOS PAIS!


sábado, 13 de agosto de 2011

Dia dos pais na escola!

Quando soubemos da notícia em novembro do ano passado, eu me perguntava até quando DEUS permitiria tê-lo perto de mim e do nosso filho.

E reconheço que no inicio do tratamento eu achava que não seria por muito tempo, pois a reação da quimioterapia é algo indescritível, o mau estar é imenso, e as dores são muitas...

Eu ficava imaginando meu filho sem o seu herói... mas DEUS com sua infinita misericórdia ouviu nossas preces e o Ricardo está ótimo, reagindo muito bem ao tratamento e cada vez mais perto da CURA total. 

Essa semana  na escola do meu filho houve a comemoração do Dia dos Pais, é como se fosse a primeira... e o Ricardo pode estar presente.

Agradeço a DEUS a todo instante a todo momento por permitir que meu filho tenha seu pai por perto, VIVO e muito em breve 100% CURADO!

Que DEUS abençoe a todos os "pais" que estão enfrentando essa luta.
Iremos com FÉ vencer a batalha!!!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

" Você é quem decide o que vai ser eterno em você, no seu coração.
Deus nos dá o dom de eternizar em nós o que vale a pena, 
e esquecer definitivamente aquilo que não vale... "
 (P. Fábio de Melo)


Então hoje eu eternizo:
O meu amor pela vida...
A minha eterna gratidão a DEUS...
A vida do meu filho...
A CURA do Ricardo...
A Fé...
As amizades verdadeiras e a minha família...
Aos meus” guerreiros”  que abraçaram a causa junto comigo...
A oração vinda de todos os cantos...
Meus momentos de pura felicidade...
A pessoa que eu me tornei depois do “susto” que a vida me deu...
Ao meu crescimento espiritual...

O que eu esqueço DEFINITIVAMENTE:
Pensamentos ruins...
Duvidas...
Medo...
Fraqueza...
Pessoas negativas...
“Sobre vida”...
Perspectiva medica...

"E Mesmo quando a visão se turva, e o coração só chora, mas na alma há certeza da vitória"
(P. Fábio de Melo)


A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos.

Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro acha sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos.

O que me seduz em Jesus é quando eu descubro que nEle havia uma capacidade imensa de olhar dentro dos olhos e fazer que aquele que era olhado reconhecer-se plenamente e olhar-se com sinceridade.

Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser que sejam pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.
Padre Fábio de Melo

Sempre há tempo de mudar de nos tornarmos melhores,
basta mudar pensamentos, mudar atitudes e abrir o coração...


quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Muitos hinos misturados com uma única intenção LOUVAR AO SENHOR!!!

Mestre eu preciso de um milagre
Transforma minha vida o meu estado
Faz tempo que não vejo a luz do dia
Estão tentando sepultar minha alegria
Tentando ver meus sonhos cancelados
Lázaro ouviu a sua voz, quando aquela pedra removeu
Depois de quatro dias ele reviveu


Mestre não há outro que possa fazer
Aquilo que só o teu nome tem todo poder
Eu preciso tanto de um milagre

Muda minha história
Ressuscita os meus sonhos

Meus momentos e os dias meus
Meu respirar e meu viver
Que sejam todos, pra ti oh Deus

O agir de Deus é lindo
Na vida de quem é fiel
No começo tem provas amargas
Mas no fim tem o sabor do mel
Eu nunca vi um escolhido sem resposta
Porque em tudo Deus lhe mostra uma solução
Até nas cinzas ele clama e Deus atende
Lhe protege
Lhe defende
com as suas fortes mãos
Você é um escolhido
E a tua história não acaba aqui
Você pode estar chorando agora
Mas amanhã você irá sorrir.

Deus vai bradar, anunciar em alta voz pra o universo ouvir,
Eis que um novo vencedor está chegando ai,
E vai impactar o mundo com a sua história...
Ele surgiu do anonimato dentro de um vale escuro e frio,
Venceu na terra de gigantes, grandes desafios,
Foi provado e aprovado, agora é só vitória...
Posso crer que em minha vida
O milagre vai acontecer
Posso ver as promessas
Sendo liberadas sobre mim
Hoje o meu milagre vai chegar
Eu vou crer, não vou duvidar
O preço que foi pago ali na cruz
Me dá vitória nesta hora

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

DESAFIANDO gigantes...

Eu creio no DEUS que sirvo!
Eu creio no DEUS a quem todo dia clamo por um milagre!
Eu creio no DEUS do impossível!
Eu acredito em seu propósito!

Por isso eu desafio os "gigantes" da terra que insistem em dizer que o fim está próximo, porque eu creio na vitória do Ricardo, creio que ele vivera por muitos e muitos anos, caindo por terra qualquer perspectiva de vida dada pelos médicos, que se baseiam em estudos e pesquisas.

Por que meu DEUS muda historia, escreve outro final, opera milagres, muda diagnósticos...

Não gosto da palavra "sobre vida", porque DEUS me prometeu vida e vida em abundância, e é isso que eu busco, é nisso que eu acredito!

Como disse meu filho, seu pai conhecerá seus netos e nós provaremos a todos que pra DEUS não existe IMPOSSÍVEL, não existe "sobre vida". Amém!!!


terça-feira, 2 de agosto de 2011

Ontem estava fazendo a ficha de atendimento de um Sr. chamado José, e ele estava morrendo de medo de fazer o exame de Arteriografia (medo de sentir dor), enquanto preenchia sua ficha ele me disse que havia feito 48 sessões de radioterapia pra tratar um câncer (Graças a DEUS CURADO), daí eu disse a ele:
O senhor teve câncer e está com medo de fazer um exame simples desse?

Ele deu um largo sorriso e disse: verdade mesmo...

Porque eu acho que depois que uma pessoa enfrenta a dura, sofrida e longa batalha pra vencer um câncer, o que mais ela deve temer? NADA!!

Porque o mais difícil ele já viveu e VENCEU!!

Me orgulho por conhecer tanta gente GUERREIRA, que não deixa a peteca cair, e valoriza cada minuto da vida, com vida de qualidade e não perde tempo com idiotices valorizada por gente pequena...

Tenha um dia abençoado!!!

Sempre firmes na FÉ!!!